quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

My Loser - Capitulo 14

- Esta sim, é que..que..que - ele não conseguia achar as palavras.- aah, deixa pra lá.
Ela riu dele e concordou.
Ele começou a explicar.
- Os hormônios sexuais produzidos pela mulher é chamado de Estrógeno e o do homem é a Testosterona.
Mas ele não conseguia se concentrar, a roupa de Demi, alias, a falta de roupa dela não estava ajudando.
Ele soltou o livro e tirou os óculos e apertou os olhos.
- Joe, você tem certeza que esta bem? Você esta estranho desde o começo da aula.
- É que, que, que, a sua falta de roupa tira minha concentração.- ele disse sincero e ficando mais vermelho ainda.
Ela corou também.
- Ouuuuun, não fica assim, Joe, vou dar um jeito nisso.- ela disse apertando as bochechas avermelhadas dele.
Ela se levantou e voltou vestindo um roupão branco.
Ela ficava ainda mais sexy naquele roupão. Joseph se imaginou tirando o roupão e...
Ele balançou a cabeça varias vezes na tentativa de tirar aquele pensamento da cabeça e voltou a olha-La.
- Melhorou?- ela perguntou mordendo o lábio.
Esse fez que ‘sim’ com a cabeça. Porque sabia que se abrisse a pouca, ela saberia que era mentira.
E continuou a aula.

Eles fizeram uma pausa para comer e foram a cozinha.
Demi aproveitou e foi em seu quarto trocar de roupa. Voltou usando um mini-shorts e uma blusinha de alcinha.
Joseph a olhou e bebeu rapidamente um copo d’água e respirou fundo, estava tendo um dia difícil.

Voltaram pra piscina e levaram um saco de Doritos junto com eles.
Enquanto ele explicava, Demi o olhava atentamente e comia vários Doritos. Ela estava parecendo uma criança, estava com um canto da boca todo sujo.
Joseph sem pensar, soltou o livro e :- Esta sujo de Doritos bem aqui :- e passou o dedo aonde estava sujo e sem querer acabou tocando o lábio inferior da garota, que nesse momento ficou com a garganta seca e uma corrente elétrica passou pelo seu corpo. E Joseph ainda ficou alguns segundos com o dedo ali, sentido a maciez dos lábios dela.
- Eeer, desculpe, estava sujo e eu só queria..- ele disse coçando os cabelos e ficando vermelho.
- Esta tudo bem, Joe.- ela disse pra tranqüiliza-lo

Terminou a aula e eles foram até a sala.
- Então é isso, não é? - ela dizia se balançando
Ele pensou, é agora ou nunca. Tomou fôlego e falou.
- Demi,eugostariadesabersevocêaceitairaobailedegalacomigo?- disse tão rápido que o mesmo ficou sem entender.
- O que?! Por favor, respira:- ela dizia segurando as mãos dele. E ele fazia o que ela pedia.- Isso, respira de novo. Bom, isso, agora de novo.- Agora ele já não estava tão vermelho.- Agora pode falar.
-É que..que..- ele parou por um segundo, fechou bem os olhos e falou de uma vez.- Eu gostaria de saber se você aceita ir ao Baile de Gala comigo. É isso, falei.- ele disse abrindo os olhos e viu uma Demetria sorridente.
Ela nunca tinha visto coisa mais fofa que essa. Ela queria beija-lo nesse momento.
- E aí? - ele disse todo inseguro e esmagando os próprios dedos.
- Sim, Joseph, eu aceito ir ao baile de gala com você.- ela disse sorrindo.
Ele a abraçou pela cintura a rodopiando no ar, os dois riam e ela o abraça pelo pescoço.
Ele a soltou no chão, mas suas mãos ainda estavam na cintura dela e as mãos dela ainda estavam no pescoço dele.
Ela começou a puxa-lo lentamente pra mais perto, estava louca pra sentir o gosto daqueles lábios.
Ele não entendia a aproximação, mas não interferiu. Ela estava muito perto, já podia sentir o cheiro de menta que saia do hálito dele. Ele já sentia o cheiro de chicletes que saia da boca dela. Sim, ela usava pasta sabor tutti frutti.


- Joe, meu querido.- Dianna dizia fazendo os dois se separarem rapidamente.
Ambos ofegantes e vermelhos, sendo que nada tinha acontecido.- já esta indo?
Demetria queria, pela primeira vez na vida, matar sua mãe.
-Si..ii..Sim, já esta ficando tarde.- ele disse gaguejando, ainda nervoso pelo que quase tinha acontecido, se é que ele tinha alguma idéia do que tinha quase acontecido.
- Magina, fica mais, nós vamos ligar pra pizza.- dizia Dianna se afastando deles.
- Muito obrigado, Dianna, mas é que eu tenho que passar em um lugar antes de ir pra casa.- disse ele calmo.
- É uma pena, Joseph, fica pra um outro dia então.- Dianna disse e entrou na cozinha.
Sozinhos novamente, nenhum dos dois se olhavam.
- Entããããão, você vai passar aonde antes de ir pra casa, mocinho?- Demetria pergunta cutucando a barriga de Joseph.
- A um velório.- ele respondeu
- Velório? De quem?
- Do pai do Nick.- ele disse sem jeito.
- Nick, aquele menino que fica te zoando? - ela estava chocada.
- Sim, ele mesmo. Hoje na escola, eu o encontrei no banheiro chorando, ele estava arrasado e nenhum amigo se importou, eu sei como é a dor de perder o pai e por mais que ele não goste de mim ou coisa assim, eu vou lá dar algum apoio a ele.- ele disse olhando nos olhos dela.
Deus, será que ele poderia ser mais perfeito? Lindo, gostoso e agora com um coração tão grande a ponto de confortar o menino que mais o maltrata na vida.
- Joseph, você não existe.- ela disse pra ele.
- Claro que existo, você pode até tocar em mim pra ver.- ele disse passando a mão pelo próprio corpo.
Ela riu dele, porque como sempre, ele não tinha entendido a expressão dela.
Ela o abraçou pela cintura e afundou a cabeça no peito dele. Ele retribuiu o abraço e os dois ficaram ali por um bom tempo.

- Tenha uma boa noite, Demi.- ele sussurrou no ouvido dela, arrepiando-a.
- Pra..pra você também, Joe.- e deu um beijo no rosto dele, muito perto dos lábios.
Eles se soltaram e ficaram se olhando, até que ele resolveu sair e pegar a bicicleta.
Quando estava saindo ela grita:- PROMETE ME LIGAR QUANDO CHEGAR EM CASA?!
- PROMETO.- ele respondeu sorrindo.
E então foi embora
    

Joseph foi pedalando lentamente até o velório, foi pensando no que falar e como falaria. Ele realmente não sabia. Ele odiava quando não sabia algo.
Chegou no lugar e acorrentou sua bicicleta, mal entrou e já se sentiu péssimo. Como um flashback, as memórias adormecidas de seu pai deitado em um caixão iam despertando lentamente. Mas ele tinha que ser forte, não podia chorar ali. Respirou fundo e caminhou até Nick.
Nicholas estava sentando em uma cadeira, no lugar mais isolado do mundo, com as mãos no rosto, era nítido que ele estava chorando.
Joe chegou lentamente, nesse momento Joseph não ligava mais para a própria timidez ou medo da reação de Nick, apenas colocou uma mão no ombro do rapaz abatido a sua frente.
Nick o olhou com um olhar surpreso. Então Joseph disse:- Eu sei que você me fez mal, mas eu não posso ignorar o fato de que quando meu pai morreu, eu não tinha ninguém do meu lado, assim como você. Não tenho nada de valor para te oferecer, mas você quiser eu tenho isso.- E abriu os braços.- Vamos, pode pegar, é de graça.
Nick sem pensar, se levantou e abraçou aquele loser na sua frente e chorou mais ainda.
- Eu perdi meu pai.- falava entre soluços.
O abraço não durou muito, mas foi o bastante para mostrar a Nicholas que ele não estava sozinho ou perdido.
Joseph deixou Nicholas sentado na cadeira e se caminhou até a mãe dele.
- Eu sinto muito, Senhora Johnson.- Esse disse apertando a mão dela.
- Obrigada, eeeer.
- Joseph Jonas
- Obrigada Joseph, nenhum dos amigos de Nick veio aqui, você é o primeiro.
Joe assentiu com a cabeça, não ia dizer aquela mulher, que já estava sofrendo, que o filho dela o chamava de loser e o maltratava e então saiu do velório.
Pegou sua bicicleta e foi embora. Durante o caminho pensou em todas as emoções que viveu em apenas um dia.

A tristeza compartilhada com Nick, O nervosismo para convidar Demi para o Baile, aquelas sensações e pensamentos anormais sobre Demi na piscina e quando ela colocou o roupão e principalmente a sensação que ele não sabia explicar, foi quando eles se aproximaram e ele pode sentir o cheiro de tutti frutti, queria entender o porque do coração dele bater mais rápido, da sua respiração ofegante só de lembrar do momento. Ele queria entender, mas não sabia a quem pedir ajuda. Talvez o tempo o ajudasse, assim decidiu.
Chegou na sua casa e se lembrou que tinha que ligar para Demetria.
Começou a mexer em seus cadernos e achou o pequeno papel onde Demi tinha escrito o numero da casa dela e do celular.
Ele achou melhor ligar no celular, porque se ligasse na casa ia ser péssimo e acordaria todos.
Discou os números e esperou, esperou, esperou e nada de Demi atender, até que quando estava tirando o telefone da orelha, uma voz sonolenta do outro lado da linha:- Alô.

- Demi, é você?
- NÃO, sou o Bob Esponja, quem é o engraçadinho?- ela estava de mal-humor.
- ããã, Joseph.- disse sem graça
- Ah Joe! Que bom que ligou. E aí como foi lá?- a mudança de humor dela o assustava.
- Eeer, foi triste, lembrei do meu pai, mas pelo menos ajudei Nick, eu acho.
- huuum. Se você precisar de alguma coisa é só me chamar, ok?
- Obrigado Demi e só pra te avisar, eu já cheguei em casa.
Ela riu do comentário desnecessário dele, era óbvio que ele estava na casa.
- Isso mesmo, acho bom que o Meu Joseph esteja em casa. Não quero ver você dando sopa ai na rua.
- Dando sopa? O que isso significa?
Ela riu e disse:- Nada não Joe, eu vou voltar a dormir. Tenho gravação amanhã cedo.
- wow, tudo bem e desculpe te acordar.
- Magina, obrigada por me avisar. Vou desligar. Boa Noite, Joe.
- Boa noite Demetria, vou sonhar com você.
Ela corou do comentário dele e sorriu.  

- Eu também, Joe.
- Você também o que? Vai sonhar com você mesma ou comigo?
Ela riu e disse:- Joe, seu bobo, você entendeu, é claro que é com você.
Não, ele não tinha entendido.
- Huuum, tudo bem. Boa noite Demi, durma com Deus.
- Durma com Ele você também.
- Amém.
E nenhum dos dois desligava o telefone.
- eeeer, não vai desligar, Demi? - ele perguntou
- aaah é, vou desligar, mas se quiser desligar primeiro.
- Por mim tanto faz.
- Vamos jogar par ou impar.- propôs animada.
- Pelo telefone?
- Mas é claro, você confia que eu serei honesta com você?
- Sim.- disse com sinceridade.- e você confia em mim?
- Mas é claro, Joe.
- Ok, vamos começar então.
- PAR.- ela gritou
- IMPAR.- ele gritou de volta.
Joe colocou numero 2 e Demi 3. Joseph ganhou.
- Então, que numero você colocou? - perguntou Demi
- 2 e você?
- 3.- disse desanimada.
- HÁ! Ganhei!! Você desliga.- ele disse animado.
- Ok, vai, Boa Noite Joe e muitos beijos no seu nariz.
Ele corou.
- Boa noite Demi e um abraço bem apertado e um beijo na sua bochecha.
Ela corou
E ela encerrou a ligação.
E encerrou a ligação. 

Continuua.. Obrigada pelos comentarios pessoas lindas *-*  
Postei um gigante agora, mesmo sem muitos comentários, pq cho que esse é o ultimo por hoje, acho que vou sair 

Anônimo: Brigada amooor *-* Posteei ja;

Heloisa_jemi.Nelena: Acho que vai demorar um pouquinho mais para os beijos HUSHUSA'

Diihh: Logo logo ;) 

Anônimo: O B R I G A D A    F L O R *-* 


DemiDem: Uhul Uhul Uhul Uhul Uhul Uhul Uhul Uhul Uhul Uhul Uhul Uhu. Sem problemas amore, que bom que gostou, ja posteeei *-*


Amo voces
       10 coment's pro proximo agora.
 



 

14 comentários:

  1. tá mto bom haaaa assim vou ficar anciosaaa

    bjossss posta logooop

    ResponderExcluir
  2. HAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
    VOU FICAR OFONICA (AXO QUE É ASSIM QUE SE ESCREVE RSRSRSR)
    ESTAAAAAAAA PERFECTTTTT
    POSTA MAIS
    POSTAAAA
    TAO FOFO
    BEIJOSSSSSSSS ♥

    ResponderExcluir
  3. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAWN QUE PERFEITO, QUASE CHOREI DE EMOÇÃO LENDO .. MEU DEUS QUERO UM JOE DESSES PRA MIM :')
    POSTA MAIS
    POSTA MAIS *o*

    ResponderExcluir
  4. AAAAAAAAAAAAA QUE LINDO, MARAVILHOSO E FOFOOOOO Q BUNITINHO O JOE É MEIO BURRINHO, MAS GOSTEI DESSE JEITO DELE, MUITO FOFO QUEIA UM PRA MIM *-* POSTA LOGO OUVIU ??
    PS:NANDA

    ResponderExcluir
  5. PEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEERFEITO s2

    ResponderExcluir
  6. OH MEU DEUS!
    Me desculpe por não ter comentado no anterior,Porq eu não entrei.rs'
    QUE PERFEITOOOOOO
    Dianna!Porq foi atrapalhar?Eu tenho quase certeza que vai ser no baile o beijo dos dois!
    É não tem como ele ser mais perfeitooo!!
    LINDOOOOO
    POSTA LOGOOO!
    Beijos Flor..Amu Tu!!!

    ResponderExcluir
  7. Ahhh como o Joe fofinho e atrapalhado é Lindo #emtodosossentido kkk...Cap ta MAGNÍFICO, não vejo a hora de ver o resto ^^

    Posta Logo !!!! Ta LINDO
    BeiJemi

    ResponderExcluir
  8. que lindooooooooo ta divino, espetaular, posta logo, momento fofo dos dois é td de boom *-*

    ResponderExcluir
  9. aaaaaaaaaaaaaa volteeeeei *-* que emoção.. finalmente cheguei de viajem tava com saudades de ler fics, :) eu amei o final da outra historia, divina, e essa então ?? td de bom, maravilhoso, lindo, espetacular, posta logo
    ps:bruna

    ResponderExcluir
  10. Awn, Joe e demi ~~~~~~~~~~~~dammmmça~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderExcluir
  11. jemi ----dancinha tosca----

    aaiiii só falta a intrevista da demi for no msm dia q o baile, vai ser foda se for assim

    aaaa que raiva, nem da mais pra mim comentar em todos os capitulos, agora eu estou entrando só no final de semana e terça e quinta!

    desculpa amor por não comentar! motivos: escola, volei!


    mais ta lindo como sempre!
    fala pra a escritora dessa fic* q eu estou amando a história dela!


    posta logoooo amor!

    aiii vem logo beijo de jemi!
    se esta demorando o beijo jemi imagina o momento mais qe especial de jemi (hot) sim eu sou safadinha (só no seu blog) hahaha
    joe tambem esta ficando safadinhooo....
    esse fidalmo sempre me faz rir!


    tadinho do nick... isso q é amigos falsos!
    aiii amanda me da um joe de presente?
    please!


    bjsssss

    p
    o
    s
    t
    a

    l
    o
    g
    o

    ResponderExcluir
  12. Meu Deus o Joe n tem noçao de nada
    a diana estragou o momento kkkkkk
    posta logo
    bjao

    ResponderExcluir
  13. aaaaaaaaaaa
    a ta lindo
    posta logo *-*

    ResponderExcluir